segunda-feira, 14 de novembro de 2011

FIQ 2011!

Bram e Vlad no FIQ ostentando merchan do blog. Hey, sou eu que pago as contas deles! Que sirvam ao menos para isso! Cortesia: Mushi-san

# Pois é. Mais uma vez, vou em um evento sem avisar. x_x

(Primeira notícia boa: defendo minha monografia dia 30. Então, podem aguardar que, em dezembro, vou fazer uma reforma geral em Bram & Vlad e dar a tirinha de três páginas da Lucy como presente de Natal.)

# Na verdade, eu mal sabia quanto tempo teria disponível lá. E fiquei andando de um lado pro outro, a bem da verdade, embora tenha passado um bom tempo no estande da Balão Editorial, perto da Ana Cris e do Estevão Ribeiro, onde conheci um bocado de pessoas muuuuito bacanas. :D

# Só pra vocês ficarem com gostinho, alguns autógrafos que consegui por lá:

# Lá estava eu, quebrada, falida e decidida a não comprar absolutamente nada no FIQ pelo bem da minha conta bancária. Daí, entro num estande e vejo essa belezinha por dez reais e minha vida mudou. Para sempre.

Valente! *-*

# Valente é uma série de tirinhas do Vitor Cafaggi, que sai no jornal O Globo aos domingos (quando eu era criança, esperava ansiosamente pelo domingo, que era quando meu pai comprava o Globo e eu lia as tirinhas). Mas isso faz muuuuito tempo. Conheci esse cãozinho fofo no blog do Puny Parker, que acompanho desde a metade da primeira temporada, mais ou menos. Aliás, se alguém ainda não leu Puny Parker, que vergonha! Tem o link ali no canto dos quadrinhos recomendados pelos meninos. Ou, se você é preguiçoso, leia a série inteira AQUI.

O autógrafo do Cafaggi, que é tão legal ao vivo quando você imagina que seja ao ler seu trabalho. De alguma forma, ele leu minha mente e soube que a expressão de cãozinho pidão do Valente é minha preferida.

# Outro marco nesse FIQ, pra mim, foi conhecer o Carlos "Sábado Qualquer" Ruas. Ele não só é um cara muito, muito simpático, como sou obrigada a dizer que a caricatura que ele faz de si mesmo não lhe faz jus sob todos os aspectos (/lalala):

Criador e criatura (ou seriam criatura e Criador?!) devidamente pyongados. Logo, coloco os dois no A Touca da Raposa. Esse Deus de pelúcia é da fofíssima Andy Apocrypha.

# E vejam que fofo o autógrafo que ele me deu no marcador de livros de Deus:

Marcador frente e verso. Fazer o marcador deve ter dado um trabalho de corno, mas a ideia é GENIAL.

DEUS está de olho nos sites que você tá acessando...

# Minha próxima missão foi conseguir os autógrafos para meu Pequenos Heróis (à venda nas melhores livrarias), uma belíssima coletânea de histórias em quadrinhos de crianças que têm seu dia de heroísmo.

Autógrafo do Mário em Superbro. Mas que Mário

Autógrafo do Jaum em O Pequeno Rei do Fundo do Mar. O moço é bizarramente parecido com esse garotinho. 

Autógrafo do Sr. Emerson Lopes em O Garoto das Trevas. Não conhece o Emerson Lopes? Conhece sim, ó: 

Ele é o pai do Alfredo, o primo Don Juan do Vlad. Que, naturalmente, nega o parentesco porque é um chato. O Vlad é chato, não o Alfredo.

Mais Vitor Cafaggi. Eu esqueci de pedir pra ele o autógrafo dos Pequenos Heróis de primeira e tive que voltar no estande. -_-" #cabeçaoca

E, por fim, o autógrafo do Leo Finocchi, o lorde zumbi do Nem Morto. Ele é exatamente igual a esse cara desenhado, exceto pela calçola de fora. E pela capa.

# Aos 45 do segundo tempo, ainda consegui um autógrafo do Wes, dos Levados da Breca. :D Eu só tinha um pedaço de papel de um bloquinho de notas, mas foi o bastante. =3

*-*

# E por ora é isso. Não desistam, tirinhas novas estarão a caminho. Até lá, tem uma lista de webcomics legais ali nos favoritos, fora as desse post. Acrescentei umas novas depois do FIQ e pretendo falar sobre elas quando acabar a loucura da monografia. Corram lá nos links enquanto isso!

Ó pra vocês, ó! (Cortesia de Mushi-san)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comenta que nem gente, que o Vlad tá de olho!