terça-feira, 21 de agosto de 2012

143 - Febre (8)

A minissérie da febre vai entrando na reta final. Aparentemente, Vlad herdou sua desinformação sobre humanos de alguém...

(Já entraram no Estronho pra ler Bram & Vlad essa semana?)

A preocupação do Conde Drácula com seu filho é tocante.

-------
T: Bom, Conde, o Vlad ficou a noite toda cuidando do meu filho doente e dormiu aqui em casa. Seu motorista vem buscar o menino?
D: Não, deixe-o. Ele não tem muito contato com humanos. Essa experiência junto à morte o ajudará a apreciar a brevidade da vida humana.
T: Conde, meu filho só tem uma gripe. Só. Uma. Gripe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comenta que nem gente, que o Vlad tá de olho!