quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

249 - O dever chama (3)

Geeeeente, se eu não tivesse esquecido de postar uma tirinha lá atrás, essa seria a 250. o.o Ah, e o livrinho de O Dever Chama está quase lá. O Natal vai ser gordinho aqui. xD

TITLE DROP
Carrossel de emoções. *pega pipoca*

----------------
Bessie: Esquece os óculos um pouco. Bram, você é tão fofo que não tenho coragem de te pedir as coisas, mas... é sobre o Vlad.
Bessie: Os Dráculas são basicamente realeza entre os vampiros, e ele nunca teve que se preocupar com sua segurança. Já eu não tenho tanta sorte. Nosso début não pode dar errado. Se quero ter alguma paz na vida, tudo tem que ser perfeito, mas o Vlad não me respeita como respeita você.
Bessie: Será que você poderia... por favor... ir no baile? Eu sei que você teve problemas da outra vez.
Bram: E por que não? Pode ser divertido.
Bessie: Ah, que ótimo! Vai acontecer no dia 27, antes do Halloween! O tema vai ser "baile de máscaras". Podemos arranjar para você uma máscara mágica que não deixe os outros verem que é você...
Bram: Ops!
Bram: Nossa, Bessie, dia 27 é o único que não posso ir. eu queria, mas preciso ir a uma entrevista com um editor científico. Ele quer publicar minha monografia de psicologia cognitiva. Não quero que ele antipatize comigo e acabe com minha carreira...
Bram: ...antes mesmo dela começar!
Bessie: Tudo bem, Bram. eu sei o que é fazer pose para alguém que mal te conhece, mas pode decidir te destruir do nada. Só fale com o Vlad, eu entendo quando o dever chama.
Bessie (pensando): Mesmo que eu não goste de entender.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comenta que nem gente, que o Vlad tá de olho!